Para Taco, “vai ser mais difícil do que o normal” MIBR manter status Legends no Major

Manter o status Legends é o objetivo que o MIBR quer alcançar no StarLadder Berlim. Mas, para Taco, cumpri-lo “vai ser mais difícil do que o normal pelo fato de estarmos jogando com o nosso treinador, o que não é o cenário ideal”. Por conta disso, o time entrará no segundo Major do ano “com expectativas não tão altas”. Foi o que afirmou o jogador em entrevista ao ESPN Esports Brasil.

“A gente sabe que vai ser um pouco difícil [manter o status] e por isso nossas expectativas são baixas. Nosso objetivo é nos mantermos como Legends, mas mesmo assim fica aquele sonho de que, se a gente passar para o mata-mata, a gente tira energia e vai para uma semifinal, final ou consegue vencer o campeonato”, apontou o jogador

Fer também vê certa dificuldade, mas mostra confiança no MIBR conseguindo permanecer na lista de classificados diretos para o Major: “Não acho que seja difícil manter o status porque já fizemos isso dez vezes”.

“Com o Zews jogando é difícil porque ele não joga há muito tempo. Mas acho que o Zews está jogando bem, vem fazendo uma função que não tinha antes no time. Ele vem atuando como suporte e fazendo tudo o que precisa fazer. Não existia aqui esse jogador antes. Ele está na pegada, sabe muito do jogo, só que é aquilo: jogar é totalmente diferente”, opinou.

FalleN acredita que o MIBR consegue manter o status mediante a uma boa preparação para o Major. O Verdadeiro, contudo, deixou claro que não quer garantir nada. “A história fala ao nosso favor. Desde que entramos em 2015, nunca saímos de lá. A gente já fez isso [manter o status] falando outro idioma, jogando com complete. Já passamos por muitas diversidades”, relembrou

O capitão da equipe brasileira completou dizendo que prefere “ter na cabeça que somos capazes. Não é fácil, o nível está cada vez mais subindo e, dependendo do chaveamento, pode ser difícil, mas a gente tem muita capacidade. Se as coisas estiverem do nosso lado, se a gente trabalhar e ter um pouquinho de qualidade nos aspectos fundamentais de jogo, conseguimos mesmo com o Zews”.

JOGANDO COM O ZELÃO

Com a decisão de coldzera em deixar a equipe titular, o restante do MIBR optou por utilizar Zews até o novo jogador ser contratado. De acordo com FalleN, o “treinador tem feito algumas coisas boas e, com um pouco de trabalho, tem melhorado em alguns sentidos”.

“Não é que ele vá se tornar o coldzera com um bootcamp para o Major, mas o time jogando em volta e ele sabendo em como não comprometer no jogo, sabendo em como ajudar da maneira que pode, o Zews pode ser, sim, o diferencial para o time”, afirmou o Verdadeiro ao ESPN Esports Brasil.

FalleN tratou de lembrar que Zews “é um cara que entende bastante do jogo e sempre tenta que a atmosfera do time fique boa, sendo um cara que tem pouca toxicidade. Ele contribui muito mais do que atrapalha”

O capitão do MIBR finalizou dizendo que “ele como jogador está sendo uma experiência única de vida e ele está encarando como se fosse um profissional de verdade, o que até assusta”.

Fonte: https://www.espn.com.br/esports/artigo/_/id/5863421/para-taco-vai-ser-mais-dificil-do-que-o-normal-mibr-manter-status-legends-no-major

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *