LoL: Liga norte-americana é um dos torneios esportivos mais populares nos Estados Unidos

League of Legends não é apenas o maior videogame competitivo no mundo, mas também está perto de ter um dos maiores torneios esportivos do mundo.

Desenvolvedora da jogo, a Riot Games anunciou recentemente que a liga norte-americana, a League Championship Series (LCS) é a terceira liga profissional de esporte mais popular nos Estados Unidos entre a população de 18 a 34 anos, com base na média de audiência por minuto ao vivo.

A média de audiência por minuto (MAM), disponibilizada pela Nielsen, calcula a média de pessoas que assistem a uma transmissão em qualquer momento. A LCS, que tem seus jogos da fase regular disputados em um estúdio de TV reformado em Los Angeles e teve suas finais em arenas da América do Norte, teve uma MAM de 124 mil espectadores entre a idade de 18 a 34 anos em seus jogos de 2019.

A final de primavera da liga foi realizada na Chaifetz Arena, no campus da Saint Louis University, enquanto a final de verão foi disputada na recém-inaugurada Little Caesars Arena, casa do Detroit Pistons e do Detroit Red Wings.

“A Nielsen se tornou uma parceira valiosa na mensuração do impacto do nosso esporte”, afirmou Doug Watson, diretor de insights de esports na Riot. “Conforme a audiência dos esports de League of Legends continua a crescer, confiança e transparência são fundamentais para a construção de relacionamentos duradouros com as marcas que adentram o espaço. A Nielsen está ajudando a abrir essa próxima fase de crescimento trabalhando com nossos parceiros pelo mundo para identificar a melhor forma de engajar com nossa base de fãs apaixonada”.

Desde seu início em 2013, a LCS cresceu ano a ano e se tornou a maior liga de esports da América do Noret. Em 2017, a competição adotou um modelo de franquias e aceitou 10 equipes por um processo de aplicação rigoroso a um preço de 10 milhões por vaga. Este ano, uma das franquias da liga, a Echo Fox, anteriormente apoiada pelo tricampeão da NBA, Rick Fox, vendeu sua vaga no torneio por U$ 33 milhões para a Evil Geniuses.

Assim como o número de espectadores e o preço da franquia, o salário dos jogadores também cresceu. Embora o salário mínimo para um jogador novato na LCS seja de US$ 75 mil/ano, o valor para os melhores jogadores inflou desde o início do sistema de franquias. Nesta offseason, o sul-coreano Heo “Huni” Seung-hoon renovando contrato com sua equipe, a Dignitas, e se tornou o jogador com o maior salário da LCS, com uma extensão de US$ 2,3 milhões.

Huhi e a Dignitas (ex-Clutch Gaming) se classificaram para o Mundial de League of Legends deste ano, que teve sua final disputada em Paris entre a chinesa FunPlus Phoenix e a europeia G2 Esports. A disputa pela Summoner’s Cup bateu recorde com 44 milhões de espectadores e 21,8 milhões de MAM, além de ter sido transmitida em 16 idiomas e mais de 20 plataformas.

A próxima etapa de primavera da LCS terá início em 25 de janeiro de 2020.

Fonte: https://www.espn.com.br/esports/artigo/_/id/6439177/lol-liga-norte-americana-e-um-dos-torneios-esportivos-mais-populares-nos-estados-unidos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *